Quando devo consultar um médico cardiologista?

Você sabe o que faz um cardiologista? Mais do que cuidar de um dos órgãos mais importantes do nosso corpo, um médico cardiologista te ajuda a prevenir diversas doenças relacionadas ao coração. Continue a leitura para saber mais sobre a cardiologia e para aprender os sinais que seu coração dá.

Quando consultar um médico cardiologista
A Sociedade Brasileira de Cardiologia guia os médicos cardiologistas | Foto: Freepik

Qual a função de um cardiologista?

Quando se trata do coração, é necessário tomar todos os cuidados.Por isso, é muito importante realizar exames de rotina para verificar o funcionamento do sistema cardiovascular. É aqui que atua o médico cardiologista.

Além de ser responsável por cuidar de um dos músculos mais importantes do nosso corpo, o médico cardiologista se dedica com responsabilidade em diagnósticos de todo o sistema cardiovascular.

Também, dentro do ramo da cardiologia existem algumas especialidades, como:

  • Arritmias e eletrofisiologia clínica;
  • Cardiologia pediátrica;
  • Cardiopatias isquêmicas;
  • Ecocardiografia;
  • Ergometria e reabilitação;
  • Hemodinâmica e agro cardiografia;
  • Hipertensão arterial;
  • Valvopatias;
  • Entre outras.

O que é a cardiologia?

A cardiologia é uma área que avalia sintomas que afetam o sistema cardiovascular, desde uma dor no peito, falta de ar, mal-estar e até mesmo um desmaio. Assim, a cardiologia também é a área responsável por cuidar de doenças de alguns vasos sanguíneos.

Existem diversos exames que ajudam nos diagnósticos de doenças leves e até mais sérias, ajudando o paciente a se tratar da forma adequada e a ter uma qualidade de vida melhor, mesmo em doenças cardíacas crônicas, que são aquelas que duram a vida inteira, por não terem uma cura definitiva.

A cardiologia pode ser dividida em dois tipos:

Cardiologia preventiva

É usada para prevenir doenças cardíacas ou do sistema circulatório e tem grande importância para evitar doenças futuras.

Cardiologia curativa

Diferente da primeira, essa é aplicada quando um paciente já sabe que possui doenças cardíacas de graus leve, médio e alto. Sendo assim, o foco é voltado para a cura, através de tratamentos.

Principais doenças cardíacas

O nosso coração é cercado de veias e artérias, que fazem a circulação de sangue para os nossos órgãos, o chamado sistema cardiovascular. Por alguma razão, em alguns pacientes ocorre algum problema no músculo que impede a chegada de sangue, sendo assim, algumas doenças sérias podem afetar todo o nosso corpo, entre elas:

Hipertensão

Doença cardiovascular que abrange várias especialidades. É causada por alguma divergência de vasos no coração, que pode ocasionar infartos.

Arritmia

Nesse caso, o coração bate de forma desordenada, isto é, às vezes bate lentamente e às vezes rápido demais. Assim, o corpo não aguenta a pressão exercida. Essa doença pode ser controlada por medicações contínuas.

Insuficiência cardíaca

Como o próprio nome diz, insuficiência cardíaca é quando o coração não consegue bombear o sangue da forma que deveria, causando assim diversos problemas, como: falta de ar, fadiga, inchaço e batimentos acelerados.

Aneurisma da aorta abdominal

A artéria aorta é a maior do corpo humano, por ela é feita a circulação de sangue do coração para todos o corpo. A dilatação (rompimento) da mesma, pode ser causada por acúmulo de gorduras no sangue. Apesar da alta chance de mortalidade, se o problema for descoberto de forma precoce, o paciente possui maiores chances de cura.

Como detectar problemas no coração

Você sabia que a cada dez minutos um brasileiro morre em decorrência de problemas no coração? Ou seja, é muito importante saber identificar os possíveis sintomas e tratá-los o quanto antes, afinal, o paciente que descobre uma doença de forma precoce tem mais chances de se curar.

Engana-se quem acha que só no Brasil acontecem tantas mortes por doenças no sistema cardiovascular. Infelizmente, esse é um problema que assombra o mundo inteiro. Cada vez mais as pessoas estão ficando sedentárias, e esse fato contribui para o aumento da obesidade e problemas cardiovasculares. Mas lembre-se, uma pessoa com problemas cardíacos não é necessariamente obesa, afinal, gordura no coração atinge pessoas com diversas características.

Pensando nisso, conheça agora alguns sinais que seu corpo fornece que podem te dizer se você tem ou não problemas no sistema cardiovascular:

Dor no peito

Quase todo mundo sabe que dor no peito pode ser sinal de uma dor cardíaca. Essa dor pode variar, na maioria dos casos, começa mais do lado esquerdo, atingindo até o braço.

Mas, ela pode começar de outras formas, como por exemplo, vindo para o queixo, dentes e às vezes até por uma gastrite, principalmente em pessoas que têm diabetes.

Tosse persistente

Sabe aquela tosse seca, que não para de jeito nenhum? Ela pode ser indício de possíveis problemas no coração, principalmente se ela vier acompanhada de secreções rosas ou espumas. Esse sintoma se refere a uma doença já citada neste artigo, chamada insuficiência cardíaca.

Inchaço nas pernas

Quando o coração não bombeia o sangue de forma correta, o sangue não anda, logo, fica parado em algum lugar, principalmente nas pernas devido à gravidade. Por isso, fique atento ao inchaço das pernas.

Náuseas ou perca de apetite

Quando o coração de uma pessoa não está bombeando da forma correta, ela começa a acumular líquidos, não só nas pernas, mas também no fígado e nos órgãos do abdômen. Esse líquido pressiona o corpo de uma maneira que faz com que o paciente se sinta cheio, mesmo sem ter comido nada.

Tontura ou desmaio

Passar mal e ficar tonto é comum, tendo várias causas, inclusive problemas cardíacos. Isso porque o coração não está funcionando da melhor forma, então o corpo começa a sentir os efeitos, afinal, se falta sangue no cérebro, o primeiro sinal é a tontura.

A SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) reforça que os cuidados devem ser constantes, principalmente agora que estamos vivendo em um período de pandemia. Afinal, pacientes que já tiveram COVID possuem chances de desenvolver doenças cardíacas graves.

Portanto, é importante se cuidar, ficar atento a todos os sintomas e fazer exames de rotina. Não espere sentir dor para procurar um médico.

Centro Médico CADEG

Para ficar com a sua saúde cardíaca em dia, conheça o Centro Médico CADEG. Lá, você encontra benefícios como descontos de 20% a 70% em exames médicos, além de serviços de alta qualidade e preços acessíveis. A clínica possui diversas especialidades, inclusive cardiologia. Visite o site e faça já o seu agendamento de consulta preventiva com um cardiologista!

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

Saiba mais sobre como cuidar de você e da sua família

Utilizamos cookies para oferecer a melhor experiência para você. Ao utilizar este site, você concorda com o uso destes cookies.